8 PASSOS PARA PREVENIR O ABUSO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM NOSSAS FAMÍLIAS E EM NOSSA CIDADE:

8 PASSOS PARA PREVENIR O ABUSO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM NOSSAS FAMÍLIAS E EM NOSSA CIDADE:
  • 22/05/2020
  • Assistência Social

Nesta semana de campanha de combate e prevenção ao abuso, é importante entendermos não só o que é considerado abuso, como também medidas simples que podem ser tomadas para preveni-lo. Vamos lá?

É considerado abuso sexual: ficar observando ou acariciar os órgãos genitais de uma criança ou adolescente, fazer com que assistam filmes pornográficos ou que presenciem relações sexuais, pedir fotos de crianças ou adolescentes nus ou falar com elas sobre relações sexuais, com a finalidade de se excitar ou de deixá-los excitados, manter relações sexuais com crianças ou adolescentes, entre outros. Vamos agora às medidas de proteção:

1. Conversar com as crianças, considerando a idade, sobre o corpo e os cuidados que devemos ter. É importante aprenderem a nomear as partes e o que é íntimo;
2. Explicar que ninguém pode tocar em suas partes íntimas e que não podem tocar na parte íntima de outras pessoas.
3. Conversar com eles sobre a diferença entre um carinho saudável e um carinho não apropriado. Também não devem aceitar presentes em troca de carinhos.
4. Supervisionar o acesso de crianças e adolescentes à internet;
5. Não forçar a criança ou adolescente a dar abraços e beijos em pessoas que ela não se sinta confortável, seja de alguém de dentro da família ou fora dela.
6. Deixá-los sempre com alguém de confiança e estar atento ao que as crianças e adolescentes têm a dizer sobre a pessoa que está cuidando deles;
7. Converse muito com seus filhos! Dê atenção ao que têm a dizer, mostre que você se importa com ele ou ela. Se você não der apoio e atenção, possivelmente alguém dará - mas talvez, com más intenções.
8. Mostre que você está sempre por perto para o que a criança ou adolescente precisar, seja presente de verdade! Geralmente os abusadores observam o funcionamento familiar e aproveitam de situações de distanciamento dos pais na vida dos filhos para iniciar o processo de abuso sexual.

Agora que você já sabe dessas 8 dicas, faça sua parte!

Compartilhe com quem vocês conheçam essas estratégias para prevenir a ocorrência de abuso de crianças e adolescentes!